Retratos do Fim da Linha

Maria Rosane

Já passaram 12 anos desde que Maria Rosane chegou à Adonis. Veio diretamente do Rio Grande do Norte, e ficou por ali, pois não tinha trabalho em opção. Há cinco anos seu marido retornou para o Nordeste com dois filhos do casal. Ela ficou com o terceiro e mais novo deles. Comenta que as condições de vida são muito precárias, principalmente quando chove. “Não vejo a hora de sair daqui”.