Retratos do Fim da Linha

Lucilene

Lucilene chegou à Inabú em 2009. Veio da cidade de Macaparana, Pernambuco, assim como sua tia Helen que foi umas das primeiras moradoras da invasão. A tia cedeu parte do espaço que tinha para a sobrinha, que organizou um pequeno quarto com entrada independente para morar com os 3 filhos. Conta que deixou o interior do Nordeste principalmente porque seus avós faleceram e ela ficou “sem chão”, sentindo-se desamparada. Além do mais, relata que as condições de vida lá eram muito difíceis, tendo precisado morar de favor em vários lugares com seus filhos. “Passei muita coisa vivendo na casa de um e de outro. Meus filhos crescendo sem estrutura”. Comenta que no Nordeste só é bom “pra quem já tem o seu”. Hoje trabalha num lanchonete de fast food, e espera com expectativa a possibilidade de finalmente ter uma morada sua. “Se Deus quiser vou ter meu canto, minha casa”.