Warning: Declaration of Quick_Count_List_Table::prepare_items($start_timestamp, $end_timestamp) should be compatible with WP_List_Table::prepare_items() in /home/tkthrinf/public_html/retratosdofimdalinha/wp-content/plugins/quick-count/class-quick-count-list-table.php on line 6

Warning: Declaration of subscribe2_widget::addPluginSubMenu() should be compatible with mijnpress_plugin_framework::addPluginSubMenu($title, $function, $file, $capability = 10, $where = 'plugins.ph...') in /home/tkthrinf/public_html/retratosdofimdalinha/wp-content/plugins/subscribe2-widget/subscribe2-widget.php on line 18

Warning: Declaration of subscribe2_widget::addPluginContent($links, $file) should be compatible with mijnpress_plugin_framework::addPluginContent($filename, $links, $file, $config_url = NULL) in /home/tkthrinf/public_html/retratosdofimdalinha/wp-content/plugins/subscribe2-widget/subscribe2-widget.php on line 18

Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/tkthrinf/public_html/retratosdofimdalinha/wp-content/plugins/quick-count/class-quick-count-list-table.php:6) in /home/tkthrinf/public_html/retratosdofimdalinha/wp-content/plugins/qtranslate/qtranslate_core.php on line 71
Sonia | Retratos do Fim da Linha
Retratos do Fim da Linha

Sonia

Sonia relata que chegou até a Direne vinda de Engenheiro Pedreira, nas redondezas de Japeri. Descreve como motivo de sua mudança de endereço uma briga familiar. Morava com os filhos, estes casaram e juntaram as famílias. Sonia se aborreceu com uma nora e saiu de casa. Já se passaram 13 anos desde então, foi uma das primeiras moradoras da ocupação. “Moro eu e Deus”. Sonia lembra das dificuldades iniciais que o grupo que ocupou a fábrica teve. Foram diversas tentativas de ocupação até se estabelecerem. “A polícia tirava e agente voltava, e assim foi”.

Sonia que hoje tem seu pequeno negócio, sempre trabalhou, a começar pela própria casa na infância. “Se não lutar não se tem nada”.

Sobre as condições do prédio, diz que a estrutura não está agüentando. E sobre a promessa de reassentamento, comenta – “Se vier (o reassentamento) a gente tem que sair, mas tem muita gente por aí pior que nós”.