Warning: Declaration of Quick_Count_List_Table::prepare_items($start_timestamp, $end_timestamp) should be compatible with WP_List_Table::prepare_items() in /home/tkthrinf/public_html/retratosdofimdalinha/wp-content/plugins/quick-count/class-quick-count-list-table.php on line 6

Warning: Declaration of subscribe2_widget::addPluginSubMenu() should be compatible with mijnpress_plugin_framework::addPluginSubMenu($title, $function, $file, $capability = 10, $where = 'plugins.ph...') in /home/tkthrinf/public_html/retratosdofimdalinha/wp-content/plugins/subscribe2-widget/subscribe2-widget.php on line 18

Warning: Declaration of subscribe2_widget::addPluginContent($links, $file) should be compatible with mijnpress_plugin_framework::addPluginContent($filename, $links, $file, $config_url = NULL) in /home/tkthrinf/public_html/retratosdofimdalinha/wp-content/plugins/subscribe2-widget/subscribe2-widget.php on line 18

Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/tkthrinf/public_html/retratosdofimdalinha/wp-content/plugins/quick-count/class-quick-count-list-table.php:6) in /home/tkthrinf/public_html/retratosdofimdalinha/wp-content/plugins/qtranslate/qtranslate_core.php on line 71
Luzia | Retratos do Fim da Linha
Retratos do Fim da Linha

Luzia

“Quando eu vim parar aqui tava boa (de saúde), mas tive um AVC. Andei a pé até a UPA e foi muito bom (o atendimento)”. D. Luzia se recuperou do seu acidente vascular cerebral e hoje não tem sequelas aparentes. Conta que chegou à Direne há três anos, pois morava de aluguel. Hoje mora com o filho em espaço adaptado de uma antiga sala da fábrica de plásticos. “Comprei aqui, pensando que um dia iam tirar a gente”. Luzia nasceu na Paraíba e veio para o Rio quando tinha apenas 17 anos. “Vim com meu tio. Ele me deixou, fiquei sozinha. Tenho 3 filhos”. Comenta que não tem nada a dizer sobre as condições de habitação da Direne. “Aqui é um ajudando o outro. Tô com Deus. Vou para a praia de Copacabana vender bala de côco. Sempre trabalhei em casa de família. Como trabalhei…”.